icone-blog
Este blog é dedicado aos amantes da língua portuguesa, àqueles que querem sempre aprender mais e aos que querem conhecer melhor nossa empresa. A valorização da língua portuguesa é nosso maior objetivo e nossa maior alegria! Esperamos que façam bom proveito das informações aqui postadas!

Genial como sempre

  09 Junho 2011
Sempre excelente, segue a coluna do prof. Pasquale publicada na Folha de S. Paulo de hoje:

PASQUALE CIPRO NETO
"Se der um tapa na bola, Neymar ia..."

A linguagem se adapta ao veículo. Quando o locutor disse a primeira parte da frase, Neymar de fato...
O CARO LEITOR CERTAMENTE já ouviu falar de correlação verbal, não? Bem, os que leem habitualmente esta coluna, os que estão às voltas com vestibulares e concursos e os que estudam a língua, entre outros, decerto já ouviram falar disso.
Para quem não sabe ou esqueceu, lá vai: a correlação verbal se ocupa do casamento entre o tempo e o modo de duas formas verbais de um mesmo período. Vamos a alguns exemplos básicos: "Se ele/a for embora, o que você fará?"; "Se ele/a fosse embora, o que você faria?".
No primeiro exemplo, há correlação entre as formas verbais "for" (do futuro do subjuntivo) e "fará" (do futuro do presente do indicativo). No segundo, a correlação se dá entre "fosse" (do pretérito imperfeito do subjuntivo) e "faria" (do futuro do pretérito do indicativo).
Se o caro leitor tiver ficado enjoado com tantos nomes de tempos e modos verbais, tome um digestivo, digo, esqueça essa montoeira de nomes e guie-se pelo senso, pelo bom senso, pela intuição, que, quase sempre, resolvem o problema.
Por que "quase sempre"? Porque há alguns casos capciosos, que às vezes nos pregam surpresas. Um desses casos é o da forma "havia", do verbo "haver". No padrão formal da língua, é desejável que se prefira essa flexão à do presente do indicativo ("há") em construções como estas: "Havia seis anos que o importante projeto estava parado nas gavetas do Congresso"; "Quando eles se conheceram, havia dois anos que o ex-ministro ocupava a pasta".
Nos exemplos do parágrafo anterior, comprova-se a pertinência do emprego da forma "havia" com a simples substituição dessa flexão por "fazia": "Fazia seis anos que o importante projeto estava parado nas..."; "Quando eles se conheceram, fazia dois anos que o ex-ministro ocupava...". As formas "havia" e "fazia" são do mesmo tempo verbal (pretérito imperfeito do indicativo).
Na língua do dia a dia, a forma "havia" é substituída por "há", que, na prática, funciona como partícula intemporal. São comuns nessa variedade da língua (e mesmo em vários registros escritos) construções como estas: "Ele trabalhava lá há seis anos" ou "Eu não via seu primo há seis anos". Esse uso é tão disseminado que, em seu "ABC da Língua Culta", Celso Luft assim escreve na entrada "há": "Forma do verbo haver, significando: 1. Faz ou fazia: Há um ano que não o vejo. Há um ano que tinha desaparecido (melhor, coordenando os tempos: Havia um ano que tinha desaparecido)".
Como se vê, Luft dá "há" como equivalente a "faz" ou "fazia", mas logo faz a observação sobre o que é "melhor". E por que será "melhor"? Talvez porque em determinados registros podem caber as duas formas, com valores distintos. Vejam-se estes exemplos: "Ela estava no hospital há um ano"; "Ela estava no hospital havia um ano". Percebeu? No primeiro exemplo, informa-se que há um ano, ou seja, um ano atrás, ela estava no hospital (não se diz quanto tempo ela passou lá); no segundo, informa-se que fazia um ano que ela estava no hospital.
E onde entra Neymar na conversa? Vamos lá. Dia desses, um locutor disse isto: "Se der um tapa na bola, Neymar ia ficar sozinho". Terá ele errado a correlação entre "der" e "ia ficar" (= "ficaria")? Não e não, caro leitor. A linguagem se adapta ao veículo. Quando o locutor disse a primeira parte da frase ("Se der um tapa na bola" -o sujeito dessa oração não era "Neymar"; era o jogador que daria o tapa na bola), Neymar de fato ficaria sozinho se o outro jogador... Mas o passe não foi dado, e o raciocínio do locutor foi tão rápido quanto o desfecho do lance, por isso a troca de "vai ficar" (= "ficará"), por "ia ficar". É isso.
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

22 comentários

  • Link do comentário prednisone 10 mg 6 day directions prednisone 10 mg 6 day directions 23 Julho 2015

    Thanks for sharing your thoughts about que. Regards

  • Link do comentário levitra 20mg information levitra 20mg information 04 Junho 2015

    I really like what you guys are usually up too.
    This type of clever wordk and coverage! Keeep up
    the terrific workks guys I've added you guys to our blogroll.

  • Link do comentário drug info drug info 22 Maio 2015

    I every time spent my half an hour to read this website's posts every day along with a mug of coffee.

  • Link do comentário Canadian online drugs Canadian online drugs 10 Maio 2015

    Your style is very unique compared to other folks I have read
    stuff from. Thanks for posting when you've got the opportunity, Guess I'll just bookmark this page.

  • Link do comentário dyson dc24 dyson dc24 20 Abril 2015

    Great post. I was checking constantly this blog and I am impressed!
    Very useful information specially the last part
    :) I care for such info a lot. I was seeking this particular info for a
    very long time. Thank you and best of luck.

  • Link do comentário cialis daily use cialis daily use 02 Abril 2015

    I couldn't refrain from commenting. Perfectly written!

  • Link do comentário dyson filter replacements dyson filter replacements 27 Março 2015

    Link exchange is nothing else but it is only placing the other person's blog link on your page at suitable place and
    other person will also do same in support of you.

  • Link do comentário much 30 day supply cialis much 30 day supply cialis 05 Março 2015

    I loved as much as you will receive carried out right here.

    The sketch is attractive, your authored material stylish.
    nonetheless, you command get bought an nervousness over that you wish be delivering the following.
    unwell unquestionably come more formerly again since exactly
    the same nearly very often inside case you shield this increase.

  • Link do comentário ed medication ed medication 02 Março 2015

    My spouse and I stumbled over here by a
    different web address and thought I should check things out.
    I like what I see so now i'm following you. Look forward to looking over your web page yet again.

  • Link do comentário canada cialis canada cialis 24 Fevereiro 2015

    Wonderful blog! I found it while surfing around on Yahoo News.
    Do you have any tips on how to get listed in Yahoo News?

    I've been trying for a while but I never seem to get there!

    Thanks

Saiba mais

icone-blogBlog
Dicas, artigos e informações que possam melhorar as ferramentas de comunicação!

icone-agendaAgenda
Fique por dentro do que vai rolar: eventos, cursos e muito mais.

Fale conosco

Entre em contato conosco:
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: São Paulo/SP (11) 3673.1570 

Para mais informações ou para enviar uma mensagem, clique aqui.